quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

O CARTÃO AMARELO 2

Passou a tempestade, espero ter agora uns dias (infelizmente, poucos) de bonança... e aproveito-os para actualizar o blogue, que já anda aos soluços há um tempo.

Hoje falo ainda do cartão amarelo, com uma pequena nota que me escapou no último post, e que não é claro para toda a gente.
Não é obrigatório mostrar os 3 cartões amarelos destinados a uma equipa!
Muita gente ainda age como tal, inclusive árbitros, que tentam protelar o "início das exclusões". Esse é um princípio errado. As sanções têm de surgir no momento em que são necessárias.
Como disse no post anterior, as advertências são avisos. São sinais públicos que indicam o limite que o árbitro permite. Se o árbitro considera que esse limite é ultrapassado antes de o poder mostrar com cartões, então deve sancionar de forma mais grave.

Se um árbitro, só para dar os 3 cartões amarelos, não pune com a devida severidade algumas situações, a linha disciplinar que é suposto definir para um jogo é quebrada.
De igual forma, um atleta não pode ficar surpreendido quando é excluído antes de serem mostrados 3 cartões amarelos à sua equipa. Várias vezes ouvimos a expressão "2 minutos porquê? Já não há amarelos?".

4 comentários:

Anónimo disse...

Boas, so uma duvida. Apos dar 2 minutos a uma equipa, o arbitro pode dar amarelo Ex: o arbitro da um amarelo, a seguir da a outro atleta 2 min, pode voltar a dar amerelos (como so "gastou" um) ou a partir de uma sançao de 2 minutos, so pode dar 2 minutos??

Carlos Capela disse...

Pode dar cartões amarelos após uma exclusão de 2min desde que, obviamente, não seja ao mesmo jogador.

Indo um pouco mais fundo...
O amarelo é um "isto eu não permito!", pelo que situações diferentes podem (devem...) originar outros avisos.

Ex.: um jogador agarra o pivot. Vê amarelo. No lance seguinte volta a agarrar. É excluído.
Se outro jogador protestar uma decisão do árbitro, por exemplo, pode ser sancionado com cartão amarelo porque é um "aviso" para algo que ainda não tinha acontecido.
Não sei se me estou a fazer entender...

Na prática, os amarelos são actos de gestão. São avisos.

Observador disse...

Bom trabalho, Carlos.

Felicidades.

Carlos Capela disse...

Muito obrigado!

Um abraço.