terça-feira, 8 de novembro de 2011

ÉPOCA 2011/2012 - Sanção Progressiva - Critério: Efeito do Contacto

Quando analisamos o efeito que o contacto faltoso tem no jogador que o sofre, obrigatoriamente temos de atentar à intenção que o jogador infrator terá quando promove o contacto. Existem situações em que não podemos sancionar disciplinarmente um atleta que procura jogar a bola com meios legais e não coloca em perigo o seu oponente, mas também é verdade que por vezes essa forma de jogar é absolutamente descuidada e desprovida de cautela.
Vejamos exemplos:

Ex.1: Jogador apenas procura a bola >> Não sancionar disciplinarmente
Ok, podemos questionar o puxão de camisola com que o defensor, de azul, brinda o nº5 da equipa adversária, mas vamo-nos abstrair disso para poder tratar o exemplo... O atleta está a fazer uma tentativa de chegar à bola (ou, pelo menos, APENAS ao braço de remate) com o seu braço esquerdo. Um contacto daqui decorrente não terá um efeito, à partida, minimamente grave. O defesa não deve ser sancionado disciplinarmente.

Ex.2: Jogador esquece-se da bola >> Sancionar disciplinarmente
Estes são 2 exemplos de atos defensivos que eu abomino em absoluto. Em ambos os casos, são desqualificações diretas mais do que evidentes, porque a única intenção do defesa é atingir o adversário de uma forma mais do que ilegal! São ações que esquecem a existência da bola e, pior do que isso, podem comprometer muito seriamente a integridade física do adversário.




6 comentários:

Observador disse...

Perdoará, Carlos, mas discordo numa das situações.
A primeira, em que o defesa deverá ser sancionado.
Pelo facto de puxar a camisola do adversário e só por isso.

O árbitro de baliza será o que deve estar em posição privilegiada para proceder à sanção.

Quanto ao resto ... nem uma dúvida.

Cumprimentos

Carlos Capela disse...

Mas eu concordo com isso! E até digo que, para analisar como pretendo a procura do braço de remate, me estou a abstrair do puxão de camisola!

É claro que esse puxão é alvo de sanção, mas só estou a focar a minha atenção no "outro braço", pela procura do braço de remate...

Um abraço.

Observador disse...

Esclarecido, Carlos.

Um abraço.

Jorge Almeida disse...

Sr. Eng., permita-me manifestar as minhas condolências pela morte de 2 árbitros alemães, os Srs. Bernd and Reiner Methe, por acidente automóvel quando iam apitar um jogo da Bundesliga Alemã.

Mais pormenores em:

http://www.ehfcl.com/2011-12/article/14346/EHF+referees+in+tragic+accident

Observador disse...

Profundamente lamentável, o sucedido com os árbitros alemães.

Carlos Capela disse...

De facto, foi um acontecimento trágico, e todos nós que passamos várias horas na estrada estamos sujeitos a isso...