domingo, 20 de março de 2016

SANÇÃO DISCIPLINAR E INVERSÃO DO SENTIDO DE JOGO

A questão sobre se todas as sanções à equipa atacante (a que tem posse de bola) originam inversão do sentido de jogo é-me muitas vezes colocada, e compreendo que o seja. No entanto, uma vez compreendido o conceito, que penso ser muito fácil de assimilar, as dúvidas deixam de ter razão de existir.
Penso até que já falei, algures no tempo, sobre este assunto aqui no blogue. Mas nunca é demais recordar, usando até palavras diferentes, por forma a procurar minimizar as dúvidas que subsistam.

O ponto de partida é este: sanção disciplinar (advertência, exclusão ou desqualificação) a um elemento da equipa que tem posse de bola. Na posse de que equipa deve o jogo recomeçar?

Há sempre um fator decisivo a ter atenção. Aquando da interrupção do tempo de jogo, a bola está a circular ou parada? O jogo está a decorrer ou, por exemplo, um jogador está a ir buscar a bola a algum lado para poder executar um lançamento?

Com o jogo a decorrer e a bola a circular, havendo uma sanção disciplinar à equipa com posse de bola, o jogo deve recomeçar sempre para a equipa que estava a defender (sem posse de bola). Ocorre inversão do sentido de jogo.

Com o jogo parado (antes da execução de um lançamento livre ou de reposição), quando um elemento da equipa atacante é sancionado disciplinarmente, a posse de bola mantém-se na mesma equipa. Não ocorre inversão do sentido de jogo.
Aqui, deixem-me fazer uma ressalva. O conceito de "jogo parado" não é o mesmo de "tempo parado". O jogo está parado antes da execução de um livre de 7m, por exemplo, e o tempo pode estar a correr. É importante não confundir.

2 comentários:

Ireni Sialva Tavares disse...

Bom dia senhor carlos,eu sou uma cabuverdiana,sou jogadora de andebol,mas agora fis uma formasão para arbitro de andebol de 1°nivel,so que estou um pouca dessepsionada porque aque dizem que eu tenho ki fazer 60 jogos para tornar um arbitro regional,eu aju que não vou comsiguir 60 jogos aque em cabo verde é muito e eu gosto muito mesmo de ser um arbitro.agora minha pergunta sera que isso é pusivel? Presiza fazer 60 jogos para tornar um arbitro regional?responda- me essa pergunta porfavor,e muito brigado desdija

Carlos Capela disse...

Olá. Não sei quais são as regras que definem as categorias dos árbitros em Cabo Verde.
Parece-me normal que seja necessário fazer bastantes jogos como estagiária antes de passar para regional. Nós também temos esses escalões aqui.
Só lhe posso desejar boa sorte!