quarta-feira, 4 de março de 2009

VÍDEO 7

Mais uma vez vos peço que sejam árbitros. Comentem o seguinte lance e como o decidiriam, nomeadamente:
  1. A exclusão aos 59m44 é correcta?
  2. O recomeço do jogo no meio campo é feito de forma correcta?
  3. Que infracção foi assinalada aos 59m48?
  4. A correcção é correcta?
  5. O treinador alemão, Heiner Brand, deve ser punido pelo gesto? Como?
  6. Heiner Brand tem razão ao reclamar a paragem do tempo de jogo?

São muitas perguntas, mas durante um jogo somos permanentemente bombardeados com estas situações... Ficaria muito feliz se vocês sentissem um pouco a dificuldade do nosso trabalho, mesmo que vocês tenham aqui repetições... :)

6 comentários:

Anónimo disse...

Na exclusão aos 59:44 do Jensen levantou me muitas duvidas, vejo uma falta normalissima, não sei o que o arbitro viu! A falta que deixou muita polemica.... o arbitro poderia eventualmente ter pedido "time-out" para proceder à reposição de bola da forma mais correcta, pois o jogador pensou que a falta era no interior da area de jogo , e o arbitro marcou bola fora! Quanto ao treinador da alemanha o senhor Heiner Brand, tinha razão para ficar irritado, mas deitou tudo a perder quando ameaça de forma clara o arbitro, nesse sentido deve ser punido no proximo jogo!
abraço
Raul

Anónimo disse...

Boas,

Pergunta a pergunta..
- A imagem não é muito nítida, mas para o caso de ser justa a exclusão aos 59.44s seria pelo facto do jogador "rematador" estar no ar e haver um empurrão do jogador "defensor"; a única explicação é mesmo essa do empurrão no ar.
- O recomeço do jogo com a bola a meio campo parece-me legal, o jogador "branco" tenta logo fazer falta/recuperar a bola; ele está no campo adversário é permitido, a dúvida surge se quando à o lançamento de saída ele está a 3m do adversário, parece que sim, pois o circulo que está no chão deverá ter 3m e ele não está dentro dele.
- A infração aos 59.48s é "falta atacante", o jogador "vermelho" projecta-se no chão indo a deslizar contra o adversário, além de ir de pernas à frente. A dúvida ainda que me surge é se quando se deliza é considerado "passos"? EM que situações é marcados passos quando se está no chão? Apenas apôs 3s, certo? Mas creio que a falta nesse lance é mesmo atacante.
- A situação do Heiner Brand de facto é feia, e acho que deve ser punida, pois é um gesto de agressão, mesmo que apenas tentativa/simulação. Mesmo o jogo já acabo deve ser punido, suspensão de funções por algum tempo.
Mas esta situação leva a discussão para outra base, pois o mesmo acontece com atletas, no decorrer do jogo entre adversários, para árbitros e no final por vezes acontece novamente. Caso um árbitro veja um gesto deste deve Expulsar o jogador? Acho que daria expulsão, já que não há agressão cruzeta seria demais, certo?
- Última questão. Não parece que o treinador alemão tenha razão. Depende também do critério usado pelos árbitros ao longo do jogo, pois se em lances anteriores deixaram seguir sem serem rigorosos com o local da falta, neste também o deveriam ter deixado. Nesta caso em particular a falta é marcada prai 3m à frente do real local da falta, logo deve o árbitro mandar repetir, mesmo estando no final do jogo, é um lance como outro qualquer que podia acontecer no 1º minuto. E acho que os árbitros devem ser sempre rigorosos nos seus critérios, não por estarmos no final da partida devem deixar jogar, marcando a falta 3m mais à frente, creio que os árbitros presentes agiram da melhor forma. Sendo isto o Heiner Brand não tem razão.

Até agora não havia nenhum comentário ao tópico. Mas acho que este vai dar bem que falar. Logo se discutirá opiniões.
Muito bem Capela. De facto vocês muitas das vezes perante pressão, perante o ritmo de jogo são obrigados a decisões quase instantâneas, nem sempre correctas e dificeis de gerir.
Um abraço

Anónimo disse...

Esqueci me de responder a uma questão... quanto ao lançamento de saída, não decifro qualquer infracção!De acordo com a regras os jogadores da equipa que marcaram golo, podem estar no meio da equipa adversária que sofreu! e a 3 metros da bola! Logo não vejo nenhuma violação a regra,
deixo então o comentário para o senhor Capela com maior experiência do que eu! :)
abraço
Raul

Pedro Tomaz disse...

1. Sinceramente nao me pareceu justa, mas a acontecer so podera ter sido por um puxao de camisola aquando do remate, mas mesmo assim nao dá para ter certezas.

2. Reposiçao ilegal, no meu ponto de vista, pois é necessario 3 metros, e o circulo, apesar de poder ser entendido como marca de 3 metros, de facto nao o é, pois nao tem de raio 3 metros (distancia do jogador perante o adversario com a bola na mao).

3. Penso ter sido lançamento lateral .

4. Acho que as sistematicas repetiçoes, tendo sido lançamento lateral, foram as mais correctas. Embora, por uma questao de bom senso, o arbitro poderia(ou nao?)interromper o jogo, com paragem de cronometro, para explicar o que marcara.

5. Heiner Brand nao pode actuar daquela forma, logo, partindo do principio que o arbitro consegue ver o seu gesto, o treinador alemao deveria ser expulso, expulsao esta que deveria constar no relatorio de jogo para mais tarde ter a devida suspensao .


Esta é a minha analise, agora deixo com o amigo Capela as devidas correçoes ;)

Um abraço

Anónimo disse...

Citando a frase do Anónimo "infração aos 59.48s é "falta atacante", o jogador "vermelho" projecta-se no chão indo a deslizar contra o adversário, além de ir de pernas à frente".... o Arbitro não marcou falta atacante... pois a falta seria marcada na área de jogo... marcou bola fora na qual eu não consegui compreender! parece-me mais passos , do que falta atacante, na minha opinião claro!
Abraço
Raul

Anónimo disse...

Sim.. ou atacante ou passos.. isso sem dúvida as únicas faltas que parecem poder existir.. não é muito claro.
Abraço